de Stefan Duncan Gallery

21.11.06

uma cidade. de três.

by_complejo

sem o andar ligeiro e as saias rodadas que me faziam ser menina e moça. mas as cidades são ainda três e os castelos, os que percorremos. mato a saudade de ti em cada canto.



Boris Kester

os homens que carregaram as pedras dos castelos não sabiam a alegria com que caminharíamos sobre elas.

o clima adaptou-se aos citadinos. está um chove-não-molha impressionante. mau para os nervos de quem ama o irracional e o intenso.

por isso vim aqui. de salto raso. não para lembrar. pois se nunca esqueci. se nunca esqueço.

chovia e o meu pai partiu. por esta altura. chovia e tu partiste. mais cedo no tempo mais tarde no inverno. época das partidas. mas pelo menos, chovia!

cheguei no mesmo mês. que faço agora? os nervos estilhaçam e o clima é citadino hoje...

não posso apagar o mês do calendário e trazê-los de volta.

afago as pedras do castelo. nas pedras fica tudo. ainda que frias guardam história e histórias. como se fossem um cofre quente de coração de gente.


Fabio Keiner

afago as pedras. anoitece. eu deixo de ter cor. assemelho-me a elas.

estou a sorrir, amor. como nos dias das sabrinas saltitantes. estou a sorrir.

para ti.


Comments:
As pedras dos nossos "castelos"... no ar!
Um sonho!
Beijo.
 
...e TENS UM SORRISO TÃO BONITO QUERIDA AMIGA, CASTELOS DE NUVENS SERVIRÃO PARA APRISIONAR ESTE SORRISO QUE QUERO CONTINUES A TER...

Doce beijo
 
"nas pedras fica tudo. ainda que frias guardam história e histórias"

é verdade, tanto que teriam para contar

...

:)
 
belíssimo texto!

... sim, as pedras sabem guardar segredos... e como gostam de carinho!... nunca ouvi nenhuma reclamar de um afago.

pronto: chega de tanto "oi!", não é mesmo? rss. saudade dos teus escritos, prenhes de vida.

deixo o meu abraço fraterno.

batista
 
weg

enxergar nas pedras...um caminho a recordar.

beijos carinhosos

della-porther
 
que as pedras falam e contam, eu sei
andaste de saias? azar :P

não dão jeito. calções, calças de ganga, chegam a todo lado.

azar, não te deixavam. sabrinas? quais quê! sapatos de couro (serão? nunca percebi destas coisas, botas cardadas - dessas alentejanas) :P

pois, deixo-te a sorrir ao teu amor que esse é teu!

(para variar, é claro, gosto do que li e esse castelo daí conta muito!)
 
P.S: Pat'aí à Lucky! (saudação canina do meu cão ehehhe chip656.blogspot.com - invenções do filho)
 
Teresa, já lá passei mas a minha dona não esteve para escrever por mim, diz que tem os dedos dormeNtes.

Adoro o seu cão e o seu filho. UMA LAMBIDELA AOS DOIS. A minha dona não me faz blogs. snfiii AUAUAUAUAUAUUA
.

lUCKY
 
ahahahahahahahha Lucky! Mas gosta de ti e chega!!!!até te deu um excelente nome (Chip é lá nome de cão mas o filho quer uma Micro... filhos!)

boa tarde às duas!!!
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Divulgue o seu blog!

Estou no Blog.com.pt

blogwise

Creative Commons License
Esta obra está¡ licenciada sob uma Licença Creative Commons.