de Stefan Duncan Gallery

27.11.06

segunda feira

Andrey Vahrushew

respiro fundo. não sei a minha idade. nunca sei. sei a data em que nasci. apenas isso. sei também que o futuro é uma mentira agradável de ouvir e nada mais.

respiro fundo como se fosse jovem e tivesse a vida inteira pela frente.

não é de hoje o esquecer-me da idade. há dias em que me sinto tão adolescente que era capaz das mais impensáveis paixões. por isso escrevo. para não cair nelas.

vivo quase escondida. de ninguém. do risco de sentir demais como era dantes.

envelhecer não incapacita em nada o sentimento ou a intensidade dele. só nos traz a prudência se a quisermos ter.

que absurdo ser prudente à beira morte! tenho de rever isto.

afinal hoje é segunda feira. dia de começar a ver tudo melhor.


Comments:
"A poesia foi um fogo muito grande que ardeu.
Depois ficaram as cinzas.
Náo sou capaz de dizer versos porque sim.
Acabou."

Até outro instante...
 
ena ena!!!

(será que li o que li?)

mais um post bem escrito, mais palavras que gosto de ler

um beijo
 
Dá-me vontade de perguntar: e o que é que a idade tem a ver com isso? :) Dentro de nós, envelhecemos pouco, acho eu. **
 
Gostei
beijos
 
qualquer dia pode ser segunda.feira
.
.
.
e todas as segundas.feiras são óptimos dia para revisões de matérias dadas
.
.
e que tal aproveitar a segunda.feira para aprender algo novo e diferente?
.
nunca é tarde.
como me foi grato ler o teu texto



um bêje ,quemadre!
 
...e hoje é terça, dia 28 de Novembro...
Quero-te na minha festa...
Vem beber uma taça comigo porque tens um lugar especial no coração do girassol!
Bjs
 
Weg

me ponho a imaginar como será arriscado sentir demais?
vejo morte todos os dias. e nenhuma prudência que valha.
vou rel(v)er


cordda
 
o texto, simplesmente - perfeito! pois que verdadeiro, pinçado das entranhas do Ser.
 
Estremeci ao ler e sentir estas palavras...
..

Principalmente estas:
"que absurdo ser prudente à beira morte! tenho de rever isto."

...
Há que rever isso...

.....
Por vezes essa tal prudência pesa tanto.
Tanto.
...


Intenso.

**
 
Uauuuuuu
Que bonito texto!
Intenso!

Beijinhossss
 
gostei
esta deixou-me "afinal hoje é segunda feira. dia de começar a ver tudo melhor" não sei
...

:)
 
Pensei, ao ler-te: será q sei q idd tnh? n dependerá ela das situaçoes a que estou exposta?? por que passo? de como reajo? bj
 
'à beira morte'...bela expressão :)

bj.
 
weg

li.respiro fundo.
volto.

beijos carinhosos

della
 
Intimo, assim, como se sentido em mim. Prosa irreal, bato com o cajado no chão do caminho. Abç
 
Weg
não tenho Net nem telefone, estou num post de Net ainad assim vim deixar-te um beijinho e que posso mais dizer dos teus textos? são lindos
Beges
 
Meus queridos-exagerados amigos, obrigada.

Desculpem se tenho feito visitas espaçadas e aleatórias mas o trabalho tem sido excessivo nestes dias. Vem ai um fds mais compridito e prometo por tudo em dia.

Bjs a tds.

PS Caminhos, não pagaste a conta ou andas en viage? Bejos mê amigo e volta logo quê já tou de lágrima ó canto do olho,

Comadres e compadre fiquem ben! :)
 
Weg beijo grande e bom fim de semana.
Na chores que na sigunda-fêra cá tou.
Mas uma gorpelha de Beges pela tu escrita linda.
 
Tantos blogues que gostava de ver e ler, outros tantos em que passo e nem sequer os chego a ver.
Mas existem outros, que não nos cansamos de os ler, porque em cada palavra saboreia-se a nostalgia tranquilizadora de cada mensagem que nos enriquece o saber sem nunca chegarmos a agradecer...
O tempo é sempre o grande culpado destas contrariedades, mas por vezes a preguiça também ajuda.
As desculpas só serão válidas quando verdadeiras.
Um beijo
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Divulgue o seu blog!

Estou no Blog.com.pt

blogwise

Creative Commons License
Esta obra está¡ licenciada sob uma Licença Creative Commons.