de Stefan Duncan Gallery

1.11.06

pão. por Deus!

photos-of-the-year

ninguém bateu à porta. nem a brincar que fosse, como eu fiz em menina:

- pão por Deus!

um saquinho branco com um folhinho em volta, que a minha mãe fazia com rigores de alentejana que quer mostrar beleza até na brincadeira do pedir.

ninguém bateu à porta mas a fome está mesmo aqui ao nosso lado. e ainda que já passado o dia, podemos lembrá-la e limitá-la um pouco. nem que seja uma vez. pelo Natal.

não é a solução. todos sabemos. mas parados nunca faremos nada. e a quem tem fome não lhe importa o como. o que quer é já mesmo e só O PÃO, por Deus ou não.

Comments:
Partilhar não é um gesto burguês e inferior. partilhar é amor se for esse o sentir.

aceitar a partilha é um gesto digno.

partilhar é amar, podem acreditar.
 
Weg
mandei-te hoje uma foto dos moinhos da barca, era nesses moinhos que faziam a farinha para o nosso pão...pão partilhado, todos os dias. Não sei se já viste a foto, se foi apenas coincidencia de pensamentos, ...do partilhar, do amar... todos os dias

Beijo
 
caminhos,
olá, benvindo.

Foi uma coincidência e isso alegra-me. Vou directa ver o mail e obrigada. Beijo.

:D
 
obrigada pelo texto e ,sobretudo ,pelo naco de pão partilhado ... com torresmos e um copo de vinho!

( o teu texto fez.me crescer ... água nas mãos )

bêjes!
 
Metafórico ou não... disseste tudo!

:)

Olha aqui na minha terreola ainda existe esse costume, as crianças entram pela porta dentro e gritam pão por Deus... e os sacos ainda são de retalhos!
Muito bom ver os sorrisos delas.. e sentir estes costumes que ainda vivem!

Um abraço grande e desassossegado para ti **
 
Hoje, durante o dia, bateram à minha porta muitos meninos. Pediram "Pão por Deus!"... como eu, em pequeno...
À entrada, alguém escreveu: "As campainhas não funcionam. Deixem o tapete a travar a porta. Subam!".

Nem sei a razão pr que te conto isto...
Mas terá que haver razão para tudo?
Bastam caminhos, weg... Não é?
 
Lá na terra onde vivo há fome. Fome fome. Da verdadeira. Uma escondida e outra visível. Na rua onde moro começa a haver contrastes. Os que chegaram como eu, os que compraram as casas antigas e os de sempre.
Pediram pão por Deus.

E nos restantes dias não pedem mas oferecesse como quem não entende. Aos miúdos, claro. Roupas. Refeições e alegrias, a ida ao circo.

Estão porta a porta comigo, são colegas da filha. Uma delas não praticava um desporto que para ela era gratuito porque tinha estragado umas sapatilhas. Umas sapatilhas custam 5 euros, nem tanto. 5 euros. (quantos de nós gastamos 5 euros em coisas que nem sabemos?) Por acaso tinha umas novas da minha filha e dei. Se não comprava. 5 euros. Foi um ano de desporto perdido que não soube se não tinha ido a correr comprar.

Desculpa aqui o desabafo mas na minha rua, onde são tudo moradias umas grandes outras pequenas, outras recentes, há fome. Fome de crianças não jantarem nem almoçarem. O que as safa são as refeições na escola. E o irmão da rapariga das sapatilhas é campeão nacional de saltos em trampolim. Com os fatos e sapatilhas todos oferecidos, claro.
 
weg

bom nos lembrar que a fome tem pressa...não se adia e não se deixa a esperar.

precisamos lembrar sempre de nunca esquecer.

muito bom amiga querida

deixo-te beijos carinhosos
e que o caminho do fim de semana
seja terno e doce.

della-porther
 
Lá na terra onde nasci, ainda existe esse hábito, longe das modernices de "halloweeen" e etc...
Infelizmente, acho que cada vez existe mais fome escondida, mesmo ao nosso lado. Fazer o possível não chega, mas já é alguma coisa. **
 
Já enviei as 2 barcas da tua 2ª feira de Páscoa. Tenho outros recantos da sua saudade.
Beijo grande
 
por aqui ainda tocam, mas depois vejo sim
tudo isso
e é muito muito trsite.
 
quando a cabeça me dói como hoje ,venho ler e ouvir o coaxar da minha rã ... páro ... e este silêncio benfazejo faz.me esquecer as misérias do mundo ... o pior é quando teclo ... ee volto à realidade

um beijo ,amiga!
 
Pois é comadri!
Ond´e candam os nossos cachopos?
Ou já não os há?
 
weguinha


to com fome...
fome de suas palavras.

beijos
della-porther
 
Mandei o Ardila junto à Defesa beijinho e bom fim de semana
 
O acto de partilhar é sublime!...
Talvez a mediocridade não entenda isso!...

Um beijo...
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Divulgue o seu blog!

Estou no Blog.com.pt

blogwise

Creative Commons License
Esta obra está¡ licenciada sob uma Licença Creative Commons.