de Stefan Duncan Gallery

12.11.06

coisas que me ocorrem.

Paulo Azevedo

de dia caminho à toa com o olhar aberto.

hoje vi uma árvore caída. pela raíz. não morrera de pé. arrancara-a da terra materna o vento e a idade.

também eu arranquei um dia. teve de ser para a mulher que sou sobreviver.

é a diferença profunda entre os seres móveis e os imóveis. podemos fugir dos ventos e dos colos insalubres.

Minorhero

à noite, o meu caminho é o de já não ver senão a lua e o pensar.

quem sabe não seria mesmo bom ser como as árvores? soltar a raiz tombar e descansar.

Comments:
weg

hoje, só li coisas intensamente fortes...aqui não ia ser diferente.

beijos carinhosos

della
 
Aqui também. Neste post. Em todos eles.

Boa semana. Para ti.beijos
 
é essa diferença que marca a diferença entre a mudança/alteração ou não
por isso a mobilidade é importante a passividade é de algum modo esperar que mude sem nada fazermmos

muito bom e de uma grande força

:)
 
Ou...
Soltar a raiz tombar e sentir.
Sentir descanço.
Descanço o sentir?

..


Como sempre adorei este caminhar pelas tuas linhas.
Um abraço enorme **
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Divulgue o seu blog!

Estou no Blog.com.pt

blogwise

Creative Commons License
Esta obra está¡ licenciada sob uma Licença Creative Commons.