de Stefan Duncan Gallery

27.10.06

imagem

Walter Rhoads

vem de dentro a imagem. devagar. cresce em cor azul. em suavidade toda. há uma paz nova líquida, na terra.

informe ou quase ainda, um brilho nasce e move-se. arredonda. ondula. suavemente. e espera.

Frantz Plotard

espera o quê?

o sol primeiro. porque é imagem de água.

evolui. ganha células. sorrisos. a esperança. outra vez.

e é ao homem que espera.

agora imagem fértil de mulher.



Comments:
A água é mulher sim...O trovão, o relâmpago são do sexo oposto.
Gostei muito destes teus textos sobre a chuva, també ela excessiva...Poderia não ser.
Mas é melhor que a seca.
Molha-nos, lava as nosssas dores, as nossas mágoas.
Bom fim de semana
Beijokas
 
lindo ,Quemadre!

mecêa anda arredada mas quande regressa fá.lo em grande e à manêra
.
.
vá.se ao sole ,Miga ,e faça.lhe bom prevête ,mas nã se quême nem s'ademore qu'ós despôs as sodades apertam
.
leve lá uma dúzia de bêjes más um panite casêre e umas azetonitas britadas p'ró caminhe
 
(falhei o dia de ontem porque andei ... enfim... sabes como é... em trovoada)

dos opostos :)
e lindas as palavras como sempre!!

beijos weg!
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Divulgue o seu blog!

Estou no Blog.com.pt

blogwise

Creative Commons License
Esta obra está¡ licenciada sob uma Licença Creative Commons.