de Stefan Duncan Gallery

21.9.06

máscaras de mim.

floating-masks at waltondesign

num sonho desperto vejo-me muitas vezes outra. vezes demais. máscaras de mim flutuam-me na memória: máscara-mulher, máscara-felicidade, máscara-palhaço, máscara-fé, máscara-força e a máscara do papel mais bem desempenhado e sem aplausos: máscara-mãe.

parti para um caminho natural, sem prisões e sem regras. vagabunda do tempo e da terra. não posso, meu Amigo, carregar-te comigo, nem até à montanha onde escreveste um livro e mergulhaste tu também na lagoa de um rio (primeira vez?). não posso. tu passaste. não deixaste memórias de enriquecer a alma, não a mim. ficaste escrito em folhas de papel que pedi para queimar. estou certa de que assim farão as amigas de sangue verdadeiro.

death - at Spiral Eyes Photography

ergo-me. penso: morri naquele dia e nem notaram. apressaram-se a colocar-me uma máscara nova e a gritar - és actriz, salta para o palco, era ali que ele quereria que estivesses.

mentiam sem saber. como não sabiam que eu partira com ele.
patéticas figuras de um desafinado coro grego, como as ouvia longe já!

subo montes na procura de caminhos diferentes. carreiros feitos por animais. cansei de gente, há tanto tempo já que nem me lembro bem. a natureza é a minha única esperança de mergulhar no espírito que me cerca e deixaste, como uma aura proctetora a envolver-me.

- nunca viajámos juntos...

- não podíamos.

- vamos agora, Mestre?

- claro, agora e sempre.

e de caminho já, grito a palavra interdita, guardada tanto tempo:

- Amo-te.

corro pela serra acima sem esperar resposta. connosco volta agora a ser assim.

Comments:
Os teus textos não têm fim à vista...
Um "bacio"!

daniel
 
gostei fico esperando
beijos
 
Porque agora o "para sempre" já é possível? É assim a eternidade.**
 
este não comento :)

beijos (cheios de chuva) para ti

e boa noite!
 
a Teresa não comenta.
comento eu .porque fico ,mais uma vez ,estupefacta com a tua capacidade em assumir ,apondo múltiplas máscaras ,a tua verdadeira realidade ... e como de costume ... muito bem escrito

um beijo ( pela correria e tudo o
mais! )
 
querida amiga,

venho despedir-me de ti até outubro.

vou de férias e espero que fiques bem ;)

um grande beijinho para ti,

alice
 
Trespassaste a hegemonia da sombra e descobriste por íngremes caminhos o ocluso coração da luz. Saiste do negro onde se ocultam todas as máscaras!...

Um beijo e bom fim de semana
 
Encantas na forma como transmites o que sentes...
Gostei imenso, até na escolha das fotos que encaixam perfeitamente nas tuas palavras.

Somos um conjunto de máscaras que apenas nós deciframos...

Kiss, gude uiken
Até outro instante!
 
...por vezes somos máscaras...muitas...mal necessário para a vida. por vezes vamos..partimos...ninguém percebe, vê. as certezas que carregamos.

weg

me levaste a pensar nas máscaras...todas que precisei usar. dores desmascaradas!

- eu também
para estar aqui.

você tem o dom de alcançar lugares que queremos manter escondidos. impressiona-me.sempre.sem máscaras.

beijos com carinho

della-porther
 
- nunca viajámos juntos...
- não podíamos.
- vamos agora, Mestre?
- claro, agora e sempre.
e de caminho já, grito a palavra interdita, guardada tanto tempo:
- Amo-te.
corro pela serra acima sem esperar resposta. connosco volta agora a ser assim.
.................

:-)

amáva-lo muito...

:-)
 
correcção, adesenhar: amo-o!

:)
 
tienes un hermoso espacio
esta bello
te dejo mi abrazo con mucho cariño
besitos


besos y sueños
 
Não querendo ser ladra..e já sendo, faço minhas as palavras do Louco.
..

E, que nunca te canses de correr pela serra acima.

Um abraço grande para ti. ***
 
:)

Um obrigada a todos. Coisas tão simpáticas que até assustam mas é no que dá ter links de gente boa ;)

Beijos e bom domingo.


ps. Daniel, cada texto acaba no seu fim. Se parecem contínuos é porque vou de caminho :)
 
[um beijinho em silêncio, curioso como por vezes cada palavra, paragrafo encaixa em quem o lê, tb um dia representei dois papeis que nunca quis, tb cada vez gosto mais da natureza, e por vezes no caminho surgem pessoas doces compreensivas e sorrio.]

adorei.
 
Acho q tds nos temos mascaras q usamos para nos defender, n somente dos outros,mas essencialmente de nós. sp q podemos ser nós mms, em todo o nosso esplendor e naturalidade, é cm se nos libertassem e nos tirassem um peso de cima ... mas isto sou eu a divagar... bj
 
Gostei muito da passarinhada, dos patinhos, da água corrente e de tudo o resto, claro.
 
terno
foi a palavra que me surgiu ao ler

:)
 
...espero e desejo que o caminho que percorres não seja longo e não te afaste de aqui.
que caminho é esse que te pode afastar de seres feliz?
se reconheceres um dia que esse caminho te dá tristeza, não existes em iniciar outro caminho.
Não desistas de caminhar, mas em caminhos de alegria e felicidade.
Espero o teu regresso
Beijo
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Divulgue o seu blog!

Estou no Blog.com.pt

blogwise

Creative Commons License
Esta obra está¡ licenciada sob uma Licença Creative Commons.