de Stefan Duncan Gallery

30.8.06

à beira noite.

Dan Heller

de caminho contorno estevas e pedras, rasgo as pernas em silvados, ponho saliva nos raspões mais fundos, como em rapariga.

o rio caminha paralelo. também a água antes de ter um curso, desbravou o seu espaço como agora faço. queria ir lado a lado mas nem sempre há carreiros já traçados. oiço a voz do rio e não me perco. crio veredas que a erva apagará quando chover.

o sol começa a avermelhar as nuvens e a terra. é a minha hora. tenho de parar. nada me impede de olhar um pôr de sol se longe da cidade.

Rose

na cidade é diferente ou indiferente quase. aqui é um momento mágico, de iniciação para os não experimentados e de contemplação para os demais.

por cá se iniciaram os afectos fora da família, os chamados namoros. o primeiro, na margem deste mesmo rio. os outros, noutros rios ou junto ao mar.

eu e água.

o primeiro namorado era só de mostrar. a fotografia, as cartinhas azuis que chegavam cheias de palavras de amor já para sempre.

tantos amores para sempre me juraram, à beira rio, à beira mar, à beira noite e sempre de caminho para o verdadeiro grande amor primeiro, que acabou um dia por chegar.

tenho fome de pão e sopa quente. quem sabe encontro um monte por aí e me faço convidada para jantar. é uma experiência nova para mim. estou seriamente compelida a tentar.

queria uma flor, uma flor para levar, para oferecer em troca, mas o calor foi muito e está quase tudo uma secura só. acho uma pequenina num recanto de pedra. terá de servir... mais não posso fazer.

Sara Heinrichs

Comments:
:)

(nem sei o que dizer...)

Um beijo para ti
 
Tantos amores me juraram de caminho...à beira mar...tenho fome...
A ostalgia sentida de palavras por dizer, na procura incostante da paixão...solto o amor não pode voar sem se deter, ele vem numa cartinha de envelope azul...

Um doce e mágico beijo
 
Na água que corre apressada, vês a tua imagem distorcida... Também vês as palavras que sempre te seduziram e que agora voltam como se fossem reflectidas por um eco bem distante. Nesse local, ainda nascem as flores que sempre te encantaram. Ainda têm o mesmo cheiro silvestre. Os pássaros ainda cantam a mesma melodia. Ainda sentes aquela cumplicidade trocada entre um beijo e um abraço, um sorriso, um olhar, uma carícia...

Ainda escutas o silêncio das coisas passadas. As memórias aqui são mais fortes que todas as imagens que dançam no teu pensamento.



Adorei o teu texto!!!

Um beijo...
 
É junto da água que tudo nos vem à memória e que procuramos o caminho para nós próprios.
Gosto muito desta tua caminhada. **
 
Boa viagem, estamos todos numa grande caminhada de apendizagem, gosto desta, vou acompanhar porque gosto dos textos , da escrita simples mas concreta.

Beijinhos.
 
Encanto...
Bjs
 
Há quem diga que no reflexo da água se consegue refletir o passado e visualizar o futuro. Mas serão outras histórias.

Boa noite
 
tudo caminha nós também apenas as recordações não caminham, essas vivem em nós


gostei de fazer esta caminhada

:)
 
weg

ler-te hoje está sendo diferente.seu texto saltou e é como se pudesse ouvi-la recitando-o. doce e fortemente o olhar às beiras, sentimentos e sensações tão reais pela vida...sincero desejo do ainda viver, o novo, que me tocou e que também me compele...a água a conduzir...lindo, profundamente lindo. Me resta contemplar admirada e ouvir...só ouvir.

beijos carinhosos
della-porther
 
O meu matinal agradeciomento a todos ( e vi cá gente nova, ke bom!). Ontem a enxaqueca que o calor provocou não deu para nada.

Tenham um bom dia e vão voltando. É bom caminhar na vossa companhia.

Beijos.
 
Querida Weg,
uma flor é sempre uma flor, por mais pequena que seja... :)
 
Passei para te deixar um beijinho e melhoras...
 
um outro olhar, as recordações caminham...se naão pararmos.

Obrigada.

Bj

:)

------------

Della, muito obrigada amiga, você é sempre especial. Até consegue ouvir-me.

;)

Beijo.

:)
 
[fome de pão... é uma expressão que tenho hábito de dizer.]

o resto o resto é ler te em silêncio ... absorver.
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Divulgue o seu blog!

Estou no Blog.com.pt

blogwise

Creative Commons License
Esta obra está¡ licenciada sob uma Licença Creative Commons.